O Vento

Letra e Música por Patrick Dugan 
 
      D 
O vento sopra quase sEmpre 
                                  Em 
Ouço, mas não posso ver 
De onde vEm, nEm pra onde vai; 
                                  D 
Mas o sinto Em meu ser. 
 
Muita gente não o sente 
                                      C 
SEm sentir porque não quer 
Bm                     Em 
É o vento do Espírito 
A                          
Dado sEmpre a quEm o quer. 
tabrefrão
 
F#m                 Em7 
VEm, Espírito de Deus; 
F#m               Em7 
VEm, habita hoje Em mim; 
F#m                      Em7 
Eu preciso do seu Ser, 
F#m                             Em7 
Viver quero sEmpre assim. 
            Bb        D 
(Final: Assim, assim).   
 
Interlúdio: D Em A D D C Bm A D4 D
 
     D                           
O homEm nasce neste mundo 
                               Em 
E é nascido de mulher 
Nasce da carne e do sangue 
                                         D 
O homEm nasce p’ra morrer; 
 
Mas há outro nascimento 
              C 
Que se nasce p’ra viver 
Bm                        Em 
Nascimento do Espírito 
A                                 D4 D 
Que de Deus só pode ter 

O Carpinteiro

Solo:  Patrick Dugan 
Introdução: G C G C G 
 
  G                  C  G      C              G 
Braços musculosos de tanto trabalhar 
                     Am7                         C 
Um homem forte, sem medo da morte 
                  G     C G C G 
O Carpinteiro. 
G                       C  G           C                    G           
Mais que vinte anos trabalhando com seu pai  
                      Am7                    C                
Cortando madeira, fazendo cadeira 
                G        C G C G 
O Carpinteiro. 
  Em         D          G 
Vivia em nosso lugar 
       Em                A                 D 
Passando o que todos vão passar. 
        G              C             G                C 
Um homem tentado, um homem provado 
       G             F                 Em 
Em todos os pontos como eu 
          C               D         Em 
Mas nunca ao pecado cedeu 
 C                  D         Em     C D Em  :G C G C G: Em D Em D Em  
Nunca ao pecado cedeu. 
G                         C  G        C                  G 
Tomou um banho frio, sentou-se pra jantar 
                   Am7                      C 
Numa rude mesa, nenhuma riqueza                
                  G       G C G C G 
O Carpinteiro. 
G                      C   G        C                      G 
Beijou sua irmãzinha, brincou com seu irmão 
                         Am7                         C 
Um homem que ria, que sempre sentia, 
                 G      C G C G 
O Carpinteiro. 
        Em     D                    G 
O Infinito homem se tornou 
        Em                A           D 
Dos seus poderes se esvaziou 
   G             C             G                C 
Deus encarnado, em homem limitado 
     G          F            Em 
A raça humana renovou. 
      C            D        Em 
Andar como ele andou 
      C             D       Em 
:Andar como ele andou. : 
   C             D    Em    G C G C G  
Mais que carpinteiro. 

Discografía

  • CD Gerações
  • capa 20 anos de Vida Abundante
  • capa CD CORAGEM
  • capa as Raízes
  • capa cd O Carpinteiro
  • capa cd chaves do reino
  • capa cd vem para as águas
Top